PIBIC


PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIBIC

Na última edição tivemos 21 submissões durante o período de inscrições. Foram aprovadas 12 bolsas pela FUNCAP e 4 bolsas pelo ICC.

A distribuição das bolsas é feita de acordo com a classificação dos projetos mediante avaliação realizada por uma comissão externa.

Os projetos que não foram contemplados com bolsas poderão permanecer no Programa de forma voluntária, vinculados ao Programa Institucional de Voluntários de Iniciação Científica (PIVIC).

O resultado está apresentado em ordem alfabética pelo título do projeto e dividido em PIBIC (com bolsas) e PIVIC (voluntários).

Os acadêmicos indicados pelos orientadores proponentes dos projetos deverão procurar a secretaria acadêmica da FRT, presencialmente, para fazer a matrícula portando os documentos listados a seguir até o prazo máximo de 15 de setembro de 2020, às 17h.

Atenção: antes de realizar o deslocamento para realizar a matrícula, orientamos entrar em contato com a Secretaria Acadêmica (Priscila Bernardo) para agendar um horário. Telefone: 3022-1650


LISTA DE DOCUMENTOS

Documentos para bolsistas FUNCAP:

- 3 (três) vias do Termo de outorga e aceitação de bolsa de estudo no país devidamente assinadas; Observação: esse termo é feito na secretaria acadêmica na ocasião da entrega dos documentos e deve ser assinado pelo orientador e pelo acadêmico. Em virtude disso, o aluno deve ficar atento para não deixar para última hora, já que ainda deverá recolher as assinaturas do orientador;
- 01 (uma) cópia do (RG) e do CPF (Autenticado com carimbo na secretaria acadêmica conferido pela versão original ou autenticado em cartório);
- Cópia comprovante de Conta Corrente ativa em agência bancária (Banco Bradesco ou Next). Observação: o comprovante bancário pode ser a cópia da frente do cartão ou da frente do contrato ou o extrato bancário.
- Termo de ausência de vínculo empregatício e disponibilidade de tempo (Disponibilidade mínima de 20h semanais) mesmo em período de estágio obrigatório (internatos e similares); Observação: esse termo é elaborado pelo próprio aluno e deve ser assinado pelo acadêmico e pelo orientador. Não há modelo específico;
- Carta de aceite do orientador; Observação: esse termo é elaborado pelo próprio aluno e deve ser assinado pelo acadêmico e pelo orientador. Não há modelo específico;
- Plano de trabalho assinado pelo orientador e pelo acadêmico;
- Histórico escolar atualizado com a média geral de disciplinas ≥ 7,0;
- Atestado de matrícula, a ser apresentado no início de cada semestre letivo durante a vigência da bolsa;
- Cópia do Currículo Lattes atualizado nos últimos 30 dias;

Documentos para bolsistas ICC

- 3 (três) vias do Termo de outorga e aceitação de bolsa de estudo no país devidamente assinadas; Observação: esse termo é feito na secretaria acadêmica na ocasião da entrega dos documentos e deve ser assinado pelo orientador e pelo acadêmico. Em virtude disso, o aluno deve ficar atento para não deixar para última hora, já que ainda deverá recolher as assinaturas do orientador;
- 01 (uma) cópia do (RG) e do CPF (Autenticado com carimbo na secretaria acadêmica conferido pela versão original ou autenticado em cartório);
- Cópia comprovante de Conta Corrente ativa em agência bancária (Banco Bradesco ou Banco do Brasil). Observação: o comprovante bancário pode ser a cópia da frente do cartão ou da frente do contrato ou o extrato bancário.
- Termo de ausência de vínculo empregatício e disponibilidade de tempo (Disponibilidade mínima de 20h semanais) mesmo em período de estágio obrigatório (internatos e similares); Observação: esse termo é elaborado pelo próprio aluno e deve ser assinado pelo acadêmico e pelo orientador. Não há modelo específico;
- Carta de aceite do orientador; Observação: esse termo é elaborado pelo próprio aluno e deve ser assinado pelo acadêmico e pelo orientador. Não há modelo específico;
- Plano de trabalho assinado pelo orientador e pelo acadêmico;
- Histórico escolar atualizado com a média geral de disciplinas ≥ 7,0;
- Atestado de matrícula, a ser apresentado no início de cada semestre letivo durante a vigência da bolsa;
- Cópia do Currículo Lattes atualizado nos últimos 30 dias;

Documentos para voluntários

- 3 (três) vias do Termo de voluntário devidamente assinadas; Observação: esse termo é feito na secretaria acadêmica na ocasião da entrega dos documentos e deve ser assinado pelo orientador e pelo acadêmico. Em virtude disso, o aluno deve ficar atento para não deixar para última hora, já que ainda deverá recolher as assinaturas do orientador;
- 01 (uma) cópia do (RG) e do CPF (Autenticado com carimbo na secretaria acadêmica conferido pela versão original ou autenticado em cartório);
- Termo de disponibilidade de tempo (Disponibilidade mínima de 20h semanais) mesmo em período de estágio obrigatório (internatos e similares); Observação: esse termo é elaborado pelo próprio aluno e deve ser assinado pelo acadêmico e pelo orientador. Não há modelo específico;
- Carta de aceite do orientador; Observação: esse termo é elaborado pelo próprio aluno e deve ser assinado pelo acadêmico e pelo orientador. Não há modelo específico;
- Plano de trabalho assinado pelo orientador e pelo acadêmico;
- Histórico escolar atualizado com a média geral de disciplinas ≥ 7,0;
- Atestado de matrícula, a ser apresentado no início de cada semestre letivo durante a vigência da bolsa;
- Cópia do Currículo Lattes atualizado nos últimos 30 dias;


PROJETOS EM ANDAMENTO



NOMETÍTULO DO PROJETOORIENTADOR
ANA LÍVIA COSTA SOARES
TÍTULO DO PROJETO: O IMPACTO DO 68Ga-PSMA-PET / CT NO PLANEJAMENTO DA RADIOTERAPIA EM PACIENTES COM CÂNCER DE PRÓSTATA – ESTUDO PROSPECTIVO DOS PACIENTES SUBMETIDOS A RADIOTERAPIA NO HOSPITAL HAROLDO JUAÇABA – ICC NO PERÍODO DE 10/2021 A 10/2022.
JOSÉ FERNANDO BASTOS DE MOURA
ANA MARIA PESSOA STUDART GURGEL
CÂNCER INFANTIL: FATORES DE RISCO E PREVISÃO DE SUSCETIBILIDADE
ISADORA MARQUES BARBOSA
ANDRÉ ALVES CRISPIM
ANÁLISE DE FATORES DE RISCO PARA MUCOSITE ORAL EM PACIENTES EM TRATAMENTO QUIMIOTERÁPICO PARA TUMORES SÓLIDOS: UM ESTUDO RETROSPECTIVO
PAULO GOBERLÂNIO DE BARROS SILVA
DANGELO SOUSA DA SILVA
PERFIL DE FUNCIONALIDADE DE IDOSOS COM DOENÇA ONCOLÓGICA ATENDIDOS NO INSTITUTO DO CÂNCER DO CEARÁ
LUANA ALMEIDADE DE SÁ CAVALEIRO
DAVID BARBOSA DUARTE VIDAL
AVALIAÇÃO DA EXPRESSÃO DA IL-33 EM CÂNCER DE MAMA TRIPLO NEGATIVO
DEYSE VIVIANA TANAZOA WONG
FELIPE SOUSA DA SILVA
IMUNOEXPRESSÃO DOS ALVOS TERAPÊUTICOS PD-L1 e ALK EM ADENOCARCINOMA PROSTÁTICO
ISABELLE JOYCE DE LIMA SILVA FERNANDES
FRANCISCA LADYSSA LIMA MOURA
STATUS DE INSTABILIDADE DE MICROSSATÉLITES E SUA ASSOCIAÇÃO COM MUTAÇÕES HEREDITÁRIAS DE PREDISPOSIÇÃO A NEOPLASIAS EM PACIENTES COM CÂNCER COLORRETAL
ISABELLE JOYCE DE LIMA SILVA FERNANDES
GABRIELA ALVES JULIÃO
INFLUÊNCIA DA IMUNOEXPRESSÃO PARA PROTEÍNAS DO COMPLEXO MISMACTH REPAIR NA CARCINOMA ADENÓIDE CÍSTICO
PAULO GOBERLÂNIO DE BARROS SILVA
JACKELINE ALMEIDA SILVA
AVALIAÇÃO DE BIOMARCADORES PROTEICOS EM BLOCOS PARAFINADOS DE CÂNCER DE MAMA MASCULINO
MARIA JÚLIA BARBOSA BEZERRA
JENNIFER VIANNA BARBOSA
CARACTERIZAÇÃO IMUNO-HISTOQUÍMICA DE RECEPTORES OPIOIDES NO CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS DE OROFARINGE E CORRELAÇÃO CLINICO-PATOLOGICA COM MARCADORES DE PROLIFERAÇÃO E MORTE CELULAR.
FABRÍCIO BITU SOUSA
JOÃO CLÁUDIO RIBEIRO DE SOUSA
AVALIAÇÃO DE BIOMARCADORES DE VALOR PREDITIVO E PROGNÓSTICO EM LINFOMA DIFUSO DE GRANDES CÉLULAS B NA POPULAÇÃO CEARENSE- FOCO NOS miR-125b, miR-155b, miR34a.
SILVIA HELENA BAREN RABENHORST
JULIANA ALVES SENA
RADIOTERAPIA HIPOFRACIONADA COM A TÉCNICA DE IMRT V-MAT VERSUS RADIOTERAPIA CONFORMACIONAL 3D EM PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA SUBMETIDAS À MASTECTOMIA RADICAL E RECONSTRUÇÃO COM PRÓTESE – AVALIAÇÃO PROSPECTIVA DAS TOXICIDADES – NO PERÍODO DE 09/2021 A 08/2022
JOSÉ FERNANDO BASTOS DE MOURA
LUZIA RAYANE GOMES DE LIMA
ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DA VIA PI3K/AKT NO PROGNÓSTICO DE CARCINOMAS DE CÉLULAS ESCAMOSAS DE OROFARINGE.
FABRÍCIO BITU SOUSA
MARIA ELENA NOBRE SOARES
IMUNOEXPRESSÃO DE GENES DE REPARO DE DNA E INVESTIGAÇÃO DE ALVOS TERAPÊUTICOS EM PACIENTES COM CÂNCER COLORRETAL INVESTIGADOS PARA SÍNDROMES DE CÂNCER HEREDITÁRIOS.
ISABELLE JOYCE DE LIMA SILVA FERNANDES
PEDRO LUCENA DE AQUINO
PREVALÊNCIA DE SÍNDROME DE LYNCH EM UM CENTRO ONCOLÓGICO DO NORDESTE
ROSANE DE OLIVEIRA SANT’ANA
REVERTON SOARES RIBEIRO
INFLUÊNCIA TERAPÊUTICA HORMONAL EM PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA OU PRÓSTATA DURANTE O TRATAMENTO ÁCIDO ZOLEDRÔNICO NO RISCO DE DESENVOLVIMENTO DE OSTEONECROSE DOS MAXILARES INDUZIDA POR BISFOSFONATOS: UM ESTUDO RETROSPECTIVO
PAULO GOBERLÂNIO DE BARROS SILVA 
THAÍS DA SILVA CAMELO
AVALIAÇÃO DA EXPRESSÃO DAS ISOFORMAS DE FOSFATIDILINOSITOL-3 QUINASE (PI3K) EM PACIENTES COM CÂNCER COLORRETAL: CORRELAÇÃO COM PERFIL INFLAMATÓRIO E ACOMETIMENTO LINFONODAL
DEYSE VIVIANA TANAZOA WONG
VITORIA FARIAS
RASTREAMENTO DOS FATORES DE RISCO PARA CÂNCER DE PRÓSTATA: CONTRIBUIÇÕES PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE EM UMA IES PRIVADA
LAURINEIDE DE FÁTIMA DINIZ CAVALCANTE
VITÓRIA MARIA MENEZES LIMA
PACIENTES COM CÂNCER DE PULMÃO DE NÃO PEQUENAS CÉLULAS METASTÁTICOS COM MUTAÇÃO EM EGFR : ESTUDO PROSPECTIVO DO USO DE INIBIDORES DE TIROSINA QUINASE (TKI) ASSOCIADO A RADIOTERAPIA ESTEREOTÁTICA CORPORAL ABLATIVA (SBRT) - ANÁLISE DE RESPOSTA TERAPÊUTICA – SOBREVIDA LIVRE DE DOENÇA E SOBREVIDA GLOBAL
JOSÉ FERNANDO BASTOS DE MOURA


Fale Conosco